Automatica

Automatica é produtora e editora de projetos culturais.

Atua na elaboração, produção, gestão, coordenação, pesquisa, edição, difusão e consultoria de projetos culturais, especialmente vinculados ao universo das artes visuais.

Trabalha com artistas, curadores, críticos de arte, historiadores da arte, instituições culturais, patrocinadores públicos e privados. Participa de editais e prêmios, e elabora projetos para as leis de incentivo nas três esferas da administração pública.

Sua missão principal é aproximar o público da arte contemporânea.


Rua Gal. Dionísio, 53 – Humaitá
22271-050 – Rio de Janeiro – RJ – Brasil
T +55 21 3283.1558
F +55 21 2527.9496
contato@automatica.art.br

Equipe

Luiza Mello
Diretora Geral

Formada em História pela USP e História da Arte pela Sorbonne
(Paris I), possui pós-graduação em História da Arte e Arquitetura do Brasil pela PUC-Rio. Desde 2000, atua como produtora executiva de exposições como Restropectiva Cildo Meirelles (MAM-RJ, 2001), Rachel Whiteread (MAM-RJ, 2003), Yanomami, O Espírito da Floresta (CCBB RJ, 2004), Janaína Tschape e Luiz Zerbini (Espaço Maria Bonita SP, 2005) e Espaço Urbano x Natureza Intrínseca (Espace Tophographie de l’Art, Paris, França, 2005). De 2001 a 2002, foi coordenadora do AGORA, onde realizou exposições individuais dos artistas Lívia Flores, Fernanda Gomes, Tatiana Grinberg, Brígida Baltar, Jordan Crandall, João Modé e Paulo Bruscky; e as coletivas Outra Coisa (Museu Vale, Vila Velha, ES) e Love’s House (Rio de Janeiro).

Marisa S. Mello
Diretora de Planejamento

Possui graduação em História pela Universidade Federal Fluminense (2002), mestrado (2005) e doutorado (2012) em História pela mesma Instituição, com dissertação intitulada Graciliano Ramos: criação literária e projeto político (1930-1953) e tese Como se faz um clássico da literatura brasileira? Análise da consagração literária de Erico Verissimo, Jorge Amado, Graciliano Ramos e Rachel de Queiroz (1930-2012). Desde 2013, realiza o pós-doutoramento no Programa de Pós Graduação em Cultura e Territorialidades (PPCult), na UFF, onde trabalha como professora, orientadora e pesquisadora, atualmente estudando práticas de leitura em bibliotecas no Rio de Janeiro. Também aborda os seguintes temas: história e literatura, cultura, intelectuais, leitura. Dedica-se à criação, elaboração, planejamento, coordenação e gestão de projetos culturais e educativos; produção na área de artes plásticas. Atua também como coordenadora e produtora editorial de publicações, como livros e catálogos, desde 2008.

Mariana Schincariol de Mello
Produtora

Graduada em História da Arte pela UERJ, fez curso técnico em Design Gráfico pelo SENAI RJ. Trabalhou como assistente do artista plástico Miguel Rio Branco, entre 2002 e 2008. Organizou e produziu exposições como Dislecsia (Casa America, Madri, Espanha), Out of Nowhere (Groninger Museum, Groninger, Holanda), Plaisir La Douleur (Maison Européenne de La Photographie, Paris, França) e Câmaras de Luz (Oi Futuro, Rio de Janeiro). Foi assistente de projeto gráfico em diversas publicações, destacando-se Notes on the Tides, Plaisir La Douleur e o encarte do CD A Foreign Sound, de Caetano Veloso. Trabalhando na Automatica desde 2009, coordena as produções de projetos como São Casas – Luiza Baldan, no Studio X, Rio de Janeiro; Para o Silêncio das Plantas – João Modé, nas Cavalariças do Parque Lage, Rio de Janeiro; Festival Performance Arte Brasil, no MAM, Rio de Janeiro; Performance Presente Futuro edições I, II e III, no Oi Futuro Flamengo, Rio de Janeiro.

Arthur Moura
Produtor

Formado em Publicidade e Propaganda pela ESPM,
foi assistente do videomaker Gustavo Moura e do artista plástico Raul Mourão, entre 2002 e 2004. Trabalha como produtor na Automatica desde 2005. Em 2009, mudou-se para Buenos Aires. Em 2010, voltou a colaborar com a Automatica produzindo a exposição Entre-Temps - Uma Década de Videoarte Francesa na Coleção do Musée d’Art Moderne de La Ville de Paris/ARC, no Oi Futuro, Rio de Janeiro. Em 2010, produziu o show do Thievery Corporation no Hot Festival, em Buenos Aires, Argentina.

Leticia Libanio
Produtora e Gestora financeira

Leticia Libanio é fisioterapeuta e acupunturista. Atualmente trabalha nos setores de produção e gestão da Automatica, tendo participado dos projetos de exposição Ibirapuera: modernidades sobrepostas (OCA, 2014-2015), Do Valongo à Favela (MAR, 2014-2015) e Rio Setecentista (MAR, 2015). Trabalha na Automatica desde 2014.

Paulino Costa Neto

Formado como designer de interiores pelo SENAC, trabalhou durante algum tempo como designer de interiores desenvolvendo pequenos projetos, em paralelo frequentou aulas de desenho arquitetônico e desenhista cadista no instituto Oberg. Já na faculdade Estácio de Sá, frequentou aulas de técnicas construtivas e oficinas de maquetes, além de aulas de tapeçaria no Sesi.

Em 1997 começou a trabalhar na produtora Vista Nova Productions com produção de vídeos, documentários nacionais e internacionais lidando com pesquisa e decupagem de imagens para compilações. Na mesma produtora trabalhou como assistente de áudio, iluminação, câmera, produção, arquivamento de documentos, mídias e, sob orientação de Adan Stepan, foi coordenador de equipamentos. Lá, começou a se interessar por vídeos e artes plásticas em geral, trabalhando em projetos para o Museu da Imagem e do Som, Fundação Roberto Marinho, Guggenhein Fundation, GNT, BBC, HBO, CNN, Discovery Channel, Travel Channel, MTV, Real TV, Sightings, Wild Things e Paramount até o ano de 2002.

Em 2003, foi convidado a trabalhar no Estúdio Consequência de Animação Gráfica 3D onde desempenha e a função de auxiliar administrativo e é responsável pelo acervo de documentos, mídias e equipamentos. Entre 2012 e 2013 trabalhou no setor administrativo do escritório de Arquitetura Marcia Teixeira.

Em 2014 foi convidado a integrar a equipe de produção da produtora Automatica, onde colabora não só em assuntos burocráticos e de cunho organizacional, como também auxilia no setor contábil e na própria produção, como na exposição Cabeça, de Milton Machado [CCBB] e na desmontagem da obra de Wagner Malta Tavares [MAM], ambos sob orientação de Arthur Moura.

Alexsandro Souza
Designer

Formado em 2009 na Escola Superior de Desenho Industrial – ESDI/UERJ, participou de monitorias em disciplinas acadêmicas e representou a Escola no Microsoft Design Expo 2006, em Seattle. No mesmo período estudou desenho arquitetônico no Instituto Oberg assim como fotografia e tipografia no Instituto de Artes, Design e Marketing de Lisboa - IADE. Entre 2006 e 2013 fez parte da equipe de design da Tecnopop, onde participou de diversos projetos ligados ao cenário cultural nacional, como exposições no MAM SP, CCBB RJ, Museu da Língua Portuguesa, CCSP, Caixa Cultural, Fundação Bienal de São Paulo e Biblioteca Nacional; sinalização para o Museu Ciência e Vida, Museu do Meio Ambiente e Biblioteca Parque do Rio de Janeiro; assim como projetos de branding e identidade visual para Aliança Francesa, Museu do Meio Ambiente e Cais do Sertão. Em 2014 funda a Dínamo, pequeno estúdio de design que mantém o foco em projetos de sinalização, sistemas de identidade visual, projetos editoriais e expositivos.